Fornecedores na China no Brasil

Por que alguns produtos de fornecedores na China são mais caros dos que os vendidos na Pagé, Brás, etc.?

Por que o preço de alguns produtos de fornecedores na China são mais caros dos que os produtos vendidos nos grandes centros de distribuição do Brasil, como Pagé, Santa Efigênia, Brás, etc.?

É uma velha questão que intriga muitos empreendedores brasileiros. Ao visitar esses centros de distribuição, percebem que alguns produtos de fornecedores na China estão sendo negociados pela metade do preço.

Por que essa diferença tão expressiva? Os fornecedores deles também não são chineses? Como apresentam preços tão competitivos?

Você que sempre achou estranho essa diferença de preços relacionados a alguns produtos, saberá a resposta a seguir.

LINK DO VÍDEO

Motivos pela diferença de preços de produtos de fornecedores na China

No meu entendimento, como empreendedor que trabalha com importação desde 2010, há 2 fatores essenciais que explicam esse “fenômeno”.

Sonegação: empreendedorismo a margem da lei

Não vou aqui dizer que todos os comerciantes dos grandes centros de distribuição brasileiros são envolvidos em negócios ilícitos, mas é ingênuo pensar que essa questão não exista. 

Um levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) mostrou que o Brasil deixa de arrecadar R$ 417 bilhões anualmente.  

A sonegação fiscal visa omitir valores financeiros na hora de declarar os ganhos às autoridades locais. Essa ação diminui a carga dos impostos, o que reflete na redução dos gastos fixos. 

Muitos produtos entram no Brasil clandestinamente, sem passar pela fiscalização das autoridades. Em razão disso não há emissão de notas fiscais ou há emissão com valores fraudulentos. 

Essa ilegalidade, quando bem sucedida, ajuda a derrubar os preços para o consumidor final. 

O empreendedor que trabalha conforme a legislação vigente fica na desvantagem mesmo importando de fornecedores na China.

Queda de preço pelo volume

Outro fator que explica porque alguns produtos de fornecedores na China custam o dobro dos comercializados em determinados locais no Brasil. 

Os empreendedores dos grandes centros comerciais brasileiros costumam trabalhar com pedidos astronômicos.

Eles não encomendam de fornecedores na China uma ou cem caixas de um produto. Nem um contêiner. Eles encomendam cinquenta, mil, dois mil contêineres! Não por luxo, mas por uma necessidade estratégica. 

Quanto maior o volume do pedido, menor o preço por unidade. É assim que os chineses trabalham. Alguns pedidos chegam a garantir a produção de um ano inteiro de uma empresa, o que justifica a amortização do preço.  

Redução que favorece o barateamento do produto a ser distribuído no Brasil.

Como você pode competir?

Esses fatores sem dúvida desequilibram a balança para quem segue as regras do jogo. No entanto, isso não significa que o jogo está perdido. 

Há formas de competir com essa galera que se arrisca para derrubar os preços. 

A principal delas é apostar no novo. Invista em produtos que não estão no mercado. Invista em produtos diferentes. 

As pessoas não estão atrás apenas de preço, elas pagam também por novidade. 

Tente agregar valor na mercadoria que comercializa, um diferencial, bônus, benefício exclusivo. 

Criatividade e originalidade sempre fazem a diferença.Gostou deste conteúdo sobre diferença de preços de produtos de fornecedores na China no Brasil? Então curta, compartilhe, avalie. Seu apoio faz a diferença. Saiba mais dos serviços do Destino China!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima

Assine a nossa newsletter semanal.

Quer saber sobre importação?Contate-nos aqui

Prometo em enviar apenas coisas boas!

Ajudamos você a ganhar mais dinheiro importando direto da China com segurança.

Projetos Exclusivos

Novidades & Promoções

Basicamente, tudo que é interessante pra você.