Importação via CPF

Quando compramos algo importado, existem regras que devem ser seguidas tanto para empresa, que compra para revenda e para pessoa física, por meio de CPF para consumo próprio, mas, tem como fazer importação via CPF para revenda de produtos? Vale a pena fazer esse tipo de importação?

Para uso próprio, é possível importar através de CPF sem problema algum, agora, se o objetivo é para negócios como revenda, somente através de CPNJ, ou seja, pessoa jurídica onde é necessário pagar os impostos obrigatórios presente em toda importação dessa categoria.

No Brasil, muitas pessoas compram via CPF e fazem a revenda de produtos importados, isso é fato, porém, isso é uma atitude ilegal. No começo, o pessoal se empolga ganhando aquele ilusório “dinheiro, mas lá na frente, vai chegar um momento em que essa importação vai sair cara e o lucro vai por água abaixo.

Existem exemplos de várias pessoas que entraram em contato com o Theo, da Destino China, lamentando por terem problemas ao importar via CPF, do tipo, mercadoria que ficou retido na receita federal, isso porque o importador não tem o documento para fazer a importação como se fosse empresa.

Neste caso só existem duas opções:

• Reenviar a mercadoria para o importador
• A pessoa perde mercadoria que posteriormente, vai para leilão

Antes de qualquer coisa, é preciso saber exatamente qual seu objetivo com importação. Se é importar para revender, a pessoa deve registrar uma MEI, processo esse muito simples de ser feito nos dias atuais. Obviamente impostos deverão ser pagos, entretanto, o aprendizado vai dar uma experiência valiosa para o importador.

Vai aprender desde como fazer a compra com os fornecedores até a parte burocrática e toda logística de uma importação. Para quem está começando, esse é o caminho certo para iniciar uma carreira de sucesso nesse ramo de negócios.

Ter o capital disponível para seu investimento em produtos importados é o principal antes de qualquer compra de importados; o cadastro da sua empresa dentre outras decisões a serem tomadas, não é algo tão complicado assim. Isso porque tudo se tornou fácil na era digital a qual estamos vivendo, quase tudo pode ser feito on-line.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima