Comprou o produto na China e o fornecedor não entregou

Hoje em dia, ainda mais agora nessa terrível fase de pandemia, comprar pela internet se tornou algo normal, muitas lojas seu espaço virtual em sites e estão vendendo os mais diversos produtos, entretanto, o medo de não receber o item adquirido por importação, assombra muitos consumidores.

Temos aqui o exemplo de um importador que fez sua compra mas a fábrica na China, acabou não entregando seus produtos. Nesse caso, a situação fica bem complicada de ser resolvida.

Isso porque muitas pessoas que pagam produtos para fornecedores da China, esqueceram de algo muito importante: o contrato. Esses compradores, certamente se empolgaram com o valor do produto, confiou no fornecedor e tiveram problemas na questão do pagamento.

O primeiro documento mais importante que deve ser analisado e levado em conta é o Proforma Invoice. Ali estará especificado informações a serem conferidas como data, assinatura, carimbo, prazo de entrega, pagamento e produção e infelizmente muitos importadores não buscam uma importação que conste esse documento.

O problema está em querer fazer a compra de importados para revenda sem contratar um profissional da área para assessorar (com o objetivo de cortar custos) e não ficam sabendo de pontos importantes que fazem parte do processo de importação.

Infelizmente isso é algo comum na compra de produtos importados que nunca será 100% segura. Por isso, é imprescindível para quem quer trabalhar com produtos importados, ter uma proforma invoice sem a desculpa de que falta tempo para fazer.

Nesse caso, contratar alguém da área para assessorar é o mais lógico e sensato a ser feito pois é seu capital que estará em jogo. Grandes empresas multinacionais possuem um funcionário somente para cuidar dessa parte da importação.

Com o documento em mãos, se caso ocorrer um problema semelhante, contratar um advogado no exterior para resolver a questão, seria a única solução. Exigir uma assinatura, um carimbo, comprovando a negociação, é o certo a fazer para ter uma importação segura.

O fornecedor chinês que trabalha de maneira séria e honesta, vai passar documentos sem problema algum, se caso ele recusar, procure outro. O importador deve estar preparado para garantir sucesso em seu empreendimento, tendo tudo documentado para ter a segurança em suas compras.

Negociar pessoalmente com o chinês, conhecer a fábrica seria, se possível, o melhor a fazer para evitar qualquer tipo de prejuízo, principalmente ao que se refere ao preço dos produtos. Fazer tudo por conta própria, sem buscar um profissional que entenda do assunto, é comprar no escuro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima