Importação da China para Revenda de Smartphone

Importação da China para Revenda de Smartphone

Recebemos muitas perguntas dos nossos seguidores e muitas delas, nos permite criar mais conteúdos exclusivos e interessantes para você.
No texto de hoje abordaremos o tema sobre importação de Smartphone para revenda. Confira a seguir.

Trabalho com revenda de smartphone e queria importar da China.
Recebo muitas perguntas interessantes no WhatsApp, porque na maioria das vezes o processo de importação gera muitas dúvidas, portanto, procuro apresentar aqui, temas que possam ajudar a esclarecer esses questionamentos e gerar conteúdo de qualidade para você que está buscando saber mais sobre importação da China.
O Flávio, que segue e acompanha nosso canal no Youtube, enviou no WhatsApp a seguinte pergunta: “Theo, trabalho com revenda de smartphones e queria saber se você atua como fornecedor de Smartphone”. Além disso, ele nos informou que trabalha mais com as marcas Xiaomi e Apple e gostaria de saber se somos revendedores. Para esclarecer melhor, coloquei o assunto em tópicos.
Primeiramente, é importante esclarecer que não somos revendedores, mas que atuamos na exportação de mercadorias da China para o Brasil. Nós já trabalhamos bastante nessa área, mas atualmente não temos fornecedores nesse seguimento, por não ter procura, porém, caso surja alguém interessado, conseguimos atender tranquilamente.
Atuamos com produtos sem marca ou com marca própria. A grande maioria dos nossos clientes já saem com a sua marca própria dentro dos produtos e assim fazemos toda a parte de embalagem para esses clientes finais.
Agora, falando especificamente sobre produtos de marca, nós já trabalhamos, porém, mais com a parte de máquinas, alemãs e europeias, que não tem representação ou distribuição no Brasil, o que possibilita a exportação do exterior para o Brasil. No caso dos smartphones das marcas Xiaomi e Apple, envolve questões legais como, já estarem registradas no Brasil e terem distribuidores dentro do mercado nacional, ou seja, para fins comerciais eu não posso fazer o serviço de exportação desses produtos.
Se você importar esses celulares em grandes quantidades, normalmente a Receita Federal vai bloquear dizendo que você precisaria de licença. Para trazer produtos assim para o país, você precisa apresentar o documento que ateste que são distribuidores oficiais dessas marcas no Brasil.
Quando a importação é feita em quantidades pequenas, a Receita Federal vai definir como consumo próprio e não será barrado, porém, se seu mercado for maior e precisar de uma quantidade grande de produtos, a importação não poderá ser realizada por razões legais.
Outro ponto importante é que hoje em dia, na área de telefonia dentro do Brasil existe uma parte legal que se chama Anatel. Para ter a certificação da Anatel envolve uma burocracia muito grande, onde você tem que solicitar uma licença do fabricante. Então é um processo muito complexo para poucos volumes. Resumidamente, sobre smartphone, se for compra para uso próprio, tudo certo, mas se você é revendedor precisará comprar direto do distribuidor, de dentro do mercado nacional.
Então, nesse caso, mesmo que você seja Pessoa Jurídica, nós não conseguimos fazer o processo de exportação, exatamente por essas questões burocráticas que geram grandes dificuldades, exige muita certificação e investimentos altos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima

Assine a nossa newsletter semanal.

Quer saber sobre importação?Contate-nos aqui

Prometo em enviar apenas coisas boas!

Ajudamos você a ganhar mais dinheiro importando direto da China com segurança.

Projetos Exclusivos

Novidades & Promoções

Basicamente, tudo que é interessante pra você.