Não minta para seus fornecedores

Não minta para seus fornecedores

O comércio é um sistema de troca entre dois lados, o de quem procura e o de quem coloca à disposição de outros, seja um produto, mercadoria ou serviço. Essa prática milenar tem o intuito de gerar lucro para quem vende e suprir as necessidades de quem compra. Para desenvolver uma negociação, é importante que haja segurança e confiança nessa relação. Muito se fala sobre resguardar os direitos dos compradores, e de fato, é muito importante ter fornecedores idôneos no mercado, porém, essa segurança e confiança devem existir de ambos os lados. No texto a seguir, falaremos de uma situação real para refletir sobre o assunto.

O tema de hoje é sobre um acontecimento real de atitudes de um comprador em um processo de importação, que me fizeram refletir sobre o tipo de cliente que eu não desejo ter.
Um fornecedor entrou em contato conosco porque precisava enviar uma mercadoria da china para o Brasil. Dissemos que sim, que poderíamos receber essa mercadoria e fazer toda parte de reenvio para o cliente dele. Nós não fazemos esse serviço para todos nossos clientes, mas para aqueles especiais, acabamos abrindo uma exceção.
Resumidamente o acontecido foi que, uma pessoa do Brasil fez uma compra dentro da plataforma Alibaba e o fornecedor nos encaminhou essa mercadoria para a fazermos a intermediação do envio e quando estávamos para encaminhar recebemos uma ligação desse fornecedor, desesperado, pedindo para não enviar, porque o cliente havia aberto uma chamada no Alibaba, dizendo que não tinha recebido seu pedido e solicitando o reembolso.
O cliente tomou essa atitude, mesmo sabendo que a mercadoria já estava conosco, pois, havíamos enviado fotos informando que seria encaminhada e mesmo assim ele cancelou a compra e solicitou o reembolso. Essa foi uma atitude muito errada e isso atrapalha os processos de importação, pois, provavelmente essa pessoa pensou que conseguiria levar vantagem solicitando o reembolso de algo que ele já estava para receber. Por sorte, nós ainda não tínhamos enviado essa mercadoria para o cliente, porque se não o problema seria ainda maior.
Rapidamente enviei uma mensagem para esse cliente informando que infelizmente o fornecedor não queria mais fazer negócio com ele, que não havia gostado da sua atitude e pediu o retorno da mercadoria. Comuniquei que devolveríamos a mercadoria ao fornecedor, que o dinheiro que ele havia pago pelo frete, faríamos a devolução e assim encerraríamos a negociação. Depois recebemos a resposta do cliente dizendo que tinha cancelado o pedido e havia esquecido.
O intuito aqui não é contestar se o cliente agiu ou não de má-fé, se ocorreu um erro por parte dele ou não, mas o fato é que a situação ficou complicada, porque cabia a nós a intermediação para o envio de uma mercadoria, de uma negociação que aparentemente estava tudo correto, mas que de repente estávamos nós, de um lado recebendo várias ligações do fornecedor dizendo para não encaminhar a mercadoria e de outro o cliente afirmando que havia cancelado e nós sem entender o que realmente estava acontecendo.
Esse tipo de atitude em tentar tirar vantagem não deve ser o perfil de quem deseja começar a trabalhar com importação, porque você já vai perder desde o início. Pedir o reembolso de uma mercadoria já enviada pelo seu fornecedor não é uma atitude honesta e querendo ou não acaba “queimando” a imagem do Brasil. Acabo tendo que escutar críticas de chineses sobre essas atitudes, onde eles dizem que estão cansados de negociar com brasileiros, pois, sempre se deparam com a mesma história de tentar levar vantagem em tudo. Fico nesse meio de campo, tentando defender a imagem do meu país, afirmando que não é bem assim, que a maioria dos brasileiros não são desonestos, que essas pessoas são uma minoria.
Embora esse não seja o primeiro e único caso desse tipo de acontecimento, esse foi um que achei importante trazer aqui para demonstrar o que não deve ser feito em um processo de importação, pois, essas atitudes afetam a imagem do nosso país no exterior e isso é o que menos quero ver acontecendo, até porque a grande fonte do meu trabalho vem do Brasil, hoje em dia também exportamos para outros países, mas a maioria dos nossos clientes estão localizados no Brasil.
Espero realmente que fatos assim não aconteçam com tanta frequência e que se você futuramente for trabalhar com importação da China, faça isso com honestidade, para que esse mercado cresça ainda mais e que o nosso país se torne referência de integridade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima

Assine a nossa newsletter semanal.

Quer saber sobre importação?Contate-nos aqui

Prometo em enviar apenas coisas boas!

Ajudamos você a ganhar mais dinheiro importando direto da China com segurança.

Projetos Exclusivos

Novidades & Promoções

Basicamente, tudo que é interessante pra você.