Kuaizi Kuaizi

Kuaizi

Kuaizi

É uma palavra um pouco estranha para nós brasileiros, mas ela já faz parte do nosso cotidiano. Ela faz referencia aos talheres orientais, onde no Japão são conhecidos como Hashi ou Chopstick. Na China, ou para os americanos, esses “pauzinhos” são chamados de Kuáizi.

Kuaizi Asa de avião e cidade ao longe ao amanhecer
Kuaizi são um par de varas longas e finas, de diversos materiais, como bambu, plástico, madeira ou aço inoxidável. A variedade pode ser tão grande, que já existem Kuaizi de porcelana, ouro, prata, marfim e jade, porém, esses são os mais difíceis de manusear. Alguns são feitos de maneira artesanal ou ainda com desenhos ou caligrafias super elaboradas.
A tradição de se alimentar com os delicados talheres, vem da China com a Dinastia Shang (1570 a.C. – 1045 a.C.). E, segundo algumas tradições os Kuaizi foram utilizados pelas primeiras vezes, apenas para auxilio para cozinhar. Os Kuaizi eram usados para mergulhar carnes ou legumes na água quente. A China só despertou para usar os Kuaizi na Dinastia Han.
Os Kuaizi de prata já tiveram uma utilidade muito importante, pois eram utilizados para testar se algumas comidas não estavam envenenadas. A prata poderia ficar escurecida, em contato com substancias tóxicas. Ou seja, era uma método muito eficaz contra o envenenamento.

Kuaizi Moça andando em aeroporto na China
Quem fez com que o Kuaizi se popularizasse foi o grande filósofo e professor Chinês, Confúcio, que viveu entre 551 a.C.-479 a.C. Sua visão radical quanto a não violência e também quanto ao veganismo, fez com que ele pregasse a paz e que o uso de talheres como faca, correspondiam a situações de guerra e extrema violência.
Portanto, se você for até à China ou qualquer restaurante asiático não peça faca ou quaisquer outros utensílios cortantes, pode ser ofensivo. E, quando você for comer arroz, junte os dois Kuaizi em movimentos rápidos e contínuos, com a tigela bem próxima à sua boca.
Passar comida de sua tigela ou do seu prato para outras pessoas não é incomum na China, pode ser uma demonstração de respeito e amor. Não coloque os Kuaizi de maneira vertical dentro da sua tigela, isso posso ser interpretado como culto aos mortos.
Quem vai até os países orientais e vai se alimentar em algum restaurante tradicional, não use em nenhuma circunstância os Kuaizi, para fazer barulho com a sua tigela, ou para chamar a atenção de um garçom. É considerado falta de educação.
Utilizar Kuaizi para brincadeiras frívolas e também para lambê-los é visto como falta de educação, assim como também remexer os alimentos que voc~e não vai comer. Mas, não é só para regras de etiqueta e cerimônia que os utensílios servem.

Kuaizi Fila de pessoas entrando em avião na China
Os Kuaizi são uma opção de presente de casamento, pois existem estojos especialmente confeccionados para esse fim. Existe um sentido para que eles sejam dados de presente de casamento. Pois, em mandarim as palavras Kuai + Zi, significam: filho rápido. Ou seja, são sinônimos de fertilidade e abundancia.
Mas, também podemos compreender que, com apenas um palito, você não realiza nenhuma atividade e portanto, não come. E, numa de linguagem mais prática, um par de Kauizi, significa a união de um casal para enfrentar as dificuldades da vida à dois.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima

Assine a nossa newsletter semanal.

Quer saber sobre importação?Contate-nos aqui

Prometo em enviar apenas coisas boas!

Ajudamos você a ganhar mais dinheiro importando direto da China com segurança.

Projetos Exclusivos

Novidades & Promoções

Basicamente, tudo que é interessante pra você.