Importação no atacado

No setor de compra e venda, existem a compra por atacado, que seria a venda de produtos da China para o distribuidor revender ao consumidor final e para esse tipo de negociação, a precificação conta muito na hora de calcular a margem de lucro do importador.

E como funciona a compra por atacado na China? Existe diferença entre compra 10 e 100 unidades do mesmo produto? Sim, existem uma diferença importante em relação a quantidade que será importada.

Antes de qualquer coisa, saiba que existem importação em pequeno volume, em grande escala, distribuidora, atacado, entre outras. Importadores que buscam comprar por atacado na China, sempre procuram o comércio de Yiwu, pois ali são vendidos itens em grande quantidade, porém, mais barato e com qualidade inferior.

É comum importadores brasileiros comprarem por atacado e posteriormente fazer a distribuição no Brasil e comprar itens diferentes em grande quantidade em Yiwu: você não tem que fechar um contêiner somente com um tipo de produto, pode comprar de fornecedores diferentes, contanto que seja em grande volume.

Ok, mas não seria mais fácil comprar diretamente da fábrica? Não! Isso porque a fábrica produz somente um produto, ou seja, o importador consegue dessa forma, comprar no máximo 3 itens diferentes enquanto que em Yiwu, ele consegue comprar até 10,20 produtos diferentes e colocar dentro de um contêiner.

Lembrando que quanto mais quantidade, mais barato sairá a compra dessa mercadoria. Yiwu é um mercado interessante, fazer uma, duas, três compras para conhecer o mecanismo desse comércio, será valioso para ganhar experiência em importação.

É besteira querer fazer a primeira importação em grande volume, meter os pés pelas mãos, sem querer fazer passo a passo, de pouco em pouco sua trajetória no ramo de importação. Importação por atacado gera lucro e constância em vendas, um exemplo desse tipo de comércio é a conhecida 25 de março.

Ali você encontra todo tipo de produto que podem ser comprados por atacado. Cerca de 80% dos produtos da 25 de março, certamente vem de Yiwu. Em tempos de pandemia, os importadores podem ter a sua disposição uma equipe lá em Yiwu, que podem interagir por vídeo conferência para a compra dos produtos.

Outra opção é buscar uma empresa de assessoria de importação, escolher o produto, a quantidade e deixar que esta empresa também faça todo o processo de exportação já que em Yiwu, ninguém faz exportação, o foco deles é somente a produção dos itens.

E logo depois, será preciso fazer o processo de importação da China para o Brasil onde será aberta uma proforma invoice, com o pedido ao qual deve ser feito o pagamento para fazer o envio da mercadoria do fornecedor para o depósito e de lá, ser enviada ao destino final.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima