Importação em Container Compartilhado

Importação em Container Compartilhado

Hoje vamos para mais um tema elaborado através de perguntas que recebemos pelo WhatsApp. Essa interação é muito legal e nos ajuda a criar conteúdo de acordo com o que vocês mais gostariam de ver por aqui. Então acompanhem o texto a seguir para entrar no mundo da importação.

Um dia desses recebemos uma pergunta que dizia o seguinte: “Bom dia, estou querendo importar da China e gostaria de saber se você tem o serviço de container compartilhado? Como é que funciona? Obrigado!” Esse assunto é muito interessante, mas é necessário advertir você que nos acompanha, sobre riscos de pessoas na internet que tentam vender uma promessa, um sonho de importação, como se fosse algo mágico, mas que, na verdade, envolve muitos detalhes.
Nós não “vendemos sonhos”, apenas trabalhamos com fatos concretos, com aquilo que realmente é possível ou não fazer. Muitas pessoas têm o sonho de trabalhar com importação e como o uso de container compartilhado vem sendo muito comentado na internet, acabam procurando esse tipo de solução sem antes ter um conhecimento básico sobre o processo de importação.
O LCL (Less Container Load) é exatamente o termo correto para o chamado container compartilhado, que tem se tornado cada vez mais popular no Brasil. Quem já trabalha com importação sabe isso é algo realizado diariamente, porém, você que está iniciando nesse mercado precisa primeiro encontrar um agente de carga que possa cuidar do seu processo de importação, para informar a quantidade que deseja importar. Esse agente solicita a packing list, você a encaminha, faz uma cotação e assim consegue fazer o processo. É algo simples, mas exige que você tenha o radar habilitado, que seja Pessoa Jurídica, com empresa registrada, que tenha os fornecedores desenvolvidos, além de toda documentação geral necessária para importação.
Os termos LCL (Less Container Load) e FCL (Full Container Load) são comuns no ramo de importação e no nosso canal no Youtube você vai encontrar vídeos onde falo um pouco mais detalhado sobre esses termos.
Dentro desse processo podemos ajudar no desenvolvimento de fornecedores, buscando novas oportunidades dentro do mercado chinês, na verificação das fábricas, e em todo o procedimento de exportação. Depois de todas essas etapas estarem bem definidas, você vai determinar quantos produtos deseja comprar, e somente com essa informação da quantidade é que será possível estipular quantos CBM serão utilizados, ou seja, a metragem cúbica a ser utilizada do container compartilhado.
Lembrando que podemos auxiliar você nesse processo de importação, basta mandar mensagem para que possamos analisar seu pedido e verificar se conseguimos atender a sua necessidade. Você pode nos contatar pelo e-mail: atendimento@destinochina.com ou pelo WhatsApp +86 13611996578.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima

Assine a nossa newsletter semanal.

Quer saber sobre importação?Contate-nos aqui

Prometo em enviar apenas coisas boas!

Ajudamos você a ganhar mais dinheiro importando direto da China com segurança.

Projetos Exclusivos

Novidades & Promoções

Basicamente, tudo que é interessante pra você.